Brincadeira de criança: Casinha de papelão

brincadeira de criança

Ariane Baldassin
Eu sou do tempo de que brincar era pra valer. Subia em árvore, andava de bicicleta, pulava amarelinha, improvisava uma boneca com sucatas ou reciclagem, mesmo sem se falar no termo na época. Por isso sou super a favor da Lara ter uma infância saudável. Aqui temos a rotina da leitura, que achamos fundamental, brincadeiras de peças de montar, de bonecas, de esconde e esconde, andar de bicicleta e patinete. Deixamos a tecnologia influenciar bem pouco, mesmo porque é impossível criar os filhos longe dela não é mesmo?

A Lara está vivendo hoje a fase das bonecas, dos vestidos, do brincar de casinha. Cada caixa que eu recebia ela queria que eu montasse um fogão, uma geladeira. Eu super adoro a ideia, mas dá trabalho e nunca fica perfeito né? Foi então que eu pesquisei na internet esse conceito de brincadeiras de papelão. Mesmo porque, desde pequenos as crianças são apaixonadas por papelão e se você é mãe sabe muito bem do que eu estou falando! Compre um brinquedo e verá que seu filho vai preferir a caixa que o próprio objeto que no fundo era um desejo seu.

Pois bem, fazia um tempo que a Lara estava me pedindo uma casa de papelão. Foi então que eu acessei o site loja.euamopapelao.com.br e resolvi pesquisar. Meu Deus, quanta novidade bacana. Sério, dá vontade de comprar tudo!

Por ser papelão, quando fiz a encomenda pedi para que a entrega fosse feita na casa da minha mãe porque eu só trabalho com caixa postal. Deixei a caixa escondida mas pedi para minha mãe deixar separada um dia porque ia trazê-la para casa. Era uma sexta-feira, terceiro dia de febre da pequena Lara, que chegou a 39,8º. Quando ela viu a caixa, meu Deus, ficou desesperada. Ela estava deitada, toda quietinha, mas deu um pulo da cama. Então fizemos um combinado:

Levantar-se, tomar um banho e colocar uma roupa – escolheu o vestido da Masha que é da Ana Giovanna Moda Infantil – depois jantar. Vir pra casa e depois o papai montaria a casinha. Nossa, quando ela chegou em casa, medicada claro, parecia outra criança. O marido até comentou que a casinha teve um resultado melhor do que o remédio.

Agora me digam: Qual a criança não quer ter a própria casinha, para poder usar a imaginação nas mais diversas brincadeiras? A casinha de papelão pode ser colorida de diversas maneiras, além de poder ser montada e desmontada quantas vezes você quiser. A criatividade é livre! A Lara começou pintando por dentro mas já decorou tudo por fora também.

A EU AMO PAPELÃO pensou desde o design do produto, até questões importantes como a melhor qualidade de papelão para ser produzida, melhor engenharia (para facilitar a montagem e desmontagem), segurança das crianças e a melhor embalagem.

 

Leia a matéria completa AQUI!

Deixe uma resposta